Dengue chega a 41 casos na região e mais uma cidade em estado de alerta – Tribuna do Interior

“Estes locais são propícios à formação de novos criadouros e, consequentemente a proliferação do Aedes”, comentou. Na região, as cidades com casos de dengue são Barbosa Ferraz (1 ); Boa Esperança (1 ); Fênix (2 ); Goioerê (1 ); Janiópolis (2 ); Juranda (14 ); Moreira Sales (2 ); Nova Cantu (12 ); Peabiru (1 ); e Quinta do Sol (5 ). Para o dia 30 de novembro está sendo organizado a nível de Paraná o Dia “D” da Dengue em todos os municípios. O Paraná tem 682 casos confirmados de dengue.

A região de Campo Mourão chegou nesta semana a 41 casos confirmados de dengue e 189 notificações. Mais uma cidade está em alerta: Quinta do Sol, com 5 casos, aumentando para três os municípios nesta situação. Juranda e Nova Cantu com 14 e 12 casos, respectivamente, também estão desde a semana passada em estado de alerta, com risco de epidemia.

Os dados constam no novo boletim epidemiológico divulgado nesta semana pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). Conforme os números, os casos de dengue vêm aumentando diariamente na região. Na última semana, a Comcam tinha 38 casos da doença e 166 notificações. “O aumento dos casos demonstra que os cuidados devem ser mantidos e redobrados pela população”, alertou a chefe de Vigilância Sanitária da 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão, Alessandra Granado.

Ela observou que as altas temperaturas e chuvas mais frequentes nesta época propiciam a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. Segundo Alessandra, a principal orientação à população é que todos verifiquem os recipientes que acumulam água parada em seus quintais e residências.

“Estes locais são propícios à formação de novos criadouros e, consequentemente a proliferação do Aedes”, comentou. Alessandra acrescentou que existe a preocupação quanto ao risco do aumento do número de casos no verão. “É preciso eliminar todos os criadouros para evitarmos a doença”, ressaltou.

Na região, as cidades com casos de dengue são Barbosa Ferraz (1 ); Boa Esperança (1 ); Fênix (2 ); Goioerê (1 ); Janiópolis (2 ); Juranda (14 ); Moreira Sales (2 ); Nova Cantu (12 ); Peabiru (1 ); e Quinta do Sol (5 ). Até o momento Campo Mourão não confirmou nenhum caso da doença.

Para o dia 30 de novembro está sendo organizado a nível de Paraná o Dia “D” da Dengue em todos os municípios. O objetivo é promover uma mobilização social visando manter a população informada sobre os principais locais de proliferação do vetor, sinais e sintomas das arboviroses e situações de risco para a dengue.

O Paraná tem 682 casos confirmados de dengue. Apresentam notificações para a doença 226 municípios e 108 têm casos confirmados. O Estado totaliza 5.972 notificações para a doença desde julho deste ano. No Estado, quase 80% dos criadouros estão nos imóveis residenciais e comerciais. Os criadouros se formam em todo recipiente que acumula água parada, como pratos de vasos de plantas, lixeiras dentro e fora de casa, coletor de água e do ar-condicionado, ralos, lajes, calhas e pneus velhos, entre outros.

A dengue é atualmente a arbovirose mais prevalente no país. É transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti e apresenta como principais sintomas febre alta com início súbito, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, náuseas e vômitos e dores nos ossos e articulações.

Be First to Comment

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *

    This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.