LIRAa aponta índice de infestação de 3,4% do Aedes aegypti em Montes Claros – G1

“A gente esperava ter o médio risco, porque tivemos chuvas nos últimos 10 dias. Orientamos a população a não deixar água parada porque logo vamos ter aquelas chuvas mais intensas na nossa cidade”, destaca Flamarion Cardoso, coordenador do CCZ.

O levantamento apontou que alguns bairros da cidade estão em situação preocupante, muito acima do percentual médio. No Residencial Tancredo Neves, o índice é de 12,5%, na Vila Tupã é de 12,9%, no Santo Expedito é de 14,2% e no Conjunto Havaí, chega a 16,7%.

O maior resultado foi encontrado na Vila Sion, 25%. O quer dizer que a cada quatro visitadas, uma tinha o foco do Aedes aegypt.

“A gente já está com equipes visitando as casas, dando orientações aos moradores, para fazer a remoção dos possíveis criadouros e dos focos existentes nesses locais”, finaliza o coordenador do CCZ.

Be First to Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.